Mudanças… São sempre necessárias!

IMG_2202

Você está sózinha(o) e resolve mudar de casa.

Onde você está já não te faz feliz, ela é pequena, suas coisas não encontram um local próprio, estão entulhadas.

E após pesar os prós e os contras você decide que precisa de um novo lugar para morar. Talvez mais próximo do mar para ter um contato maior com a natureza, talvez em um novo país, talvez nas montanhas…

Aquele comichão começa a tomar conta de você e não existe mais nada além de: Quero mudar!

Você já se mudou alguma vez, seja de casa, de cidade ou de país? Se sim, você sabe o desconforto que isso traz. Eu posso dizer isso com propriedade com tantas mudanças que já fiz (externas e internas!).

Primeiro você tem que procurar o local para se mudar, depois vem a parte burocrática para alugar ou comprar o imóvel.

Enfim, quando você encontra o que você está procurando vem uma sensação de alegria e de estar no caminho certo do seu sonho.

Então você começa os preparativos que levam embora qualquer intenção de felicidade. Precisa contratar uma empresa de mudanças, pessoas para te ajudar a encaixotar suas coisas, enfim, muitos detalhes para que tudo corra bem.

Voce começa a organizar sua mudança e vê quanta coisa tinha guardada. Coisas que inclusive você guardava e nem sabe porque.

Coisas que não usa mais, roupas que não te servem mais, papeis velhos, bolsas, bolsinhas, bolsonas, muitos pares de sapatos alguns que você nunca chegou a usar…

Começa a encaixotar tudo um desejo secreto de jogar tudo fora e ir somente com sua roupa do corpo, ou então um aperto no peito te dizendo para desistir de tudo e ficar quietinha no conforto da casa velha, tão conhecida de suas reclamações…

Após dias exaustivos de arrumação, pensando em todos os detalhes para que nada se quebre na mudança, você se vê andando entre caixas que se empilham pelo caminho no quarto, na sala, na cozinha dificultando toda pretensa ação que você planeje fazer, desde tomar um copo com água até poder repousar um pouco na sua cama, já lotada com suas quinquilharias e você começa a  cair em si de que não dá mais para voltar atrás.

Somado a tudo isso, você se dá conta de que está sózinha e então percebe que aquele desconforto que sentia desde o começo da decisão de mudar é medo.

Medo de se arrepender, medo de dar alguma coisa errada, medo de não ser bem o que você queria, medo de ter que ficar por mais sabe-se lá quanto tempo, num local que não te faça feliz, medo de ser julgada pela escolha e decisão erradas…

Mas agora não tem mais volta, a decisão foi tomada e você terá que lidar com sua escolha e ver que preço você vai pagar.

Após tudo organizado, chega o dia da mudança que ocorre tranquila, apesar de cansativa.

Já na casa nova, mais uma peleja… Organizar tudo em seus novos lugares e montar os móveis que tiveram que ser desmontados. Uma ou outra coisa quebrada e sem conserto…

Aí já se vão mais o resto do dia entre marteladas e você tendo que fazer “um social” com o pessoal da montagem, já que estes estão na sua casa e você não tem como e nem pode ignorar.

Tudo o que você quer é que aquele dia acabe logo, que aquelas pessoas saiam logo da sua casa e você possa finalmente ficar sózinha…

No final do dia você está lá, com sua vida para desencaixotar e um secreto arrependimento de ter feito essa escolha, afinal a velha casa era tão conhecida, era como se fosse parte de você…

Mas no outro dia, ainda andando por entre caixas e sabendo o que lhe espera, você olha pela janela e vê o mar… consegue parar por um instante para ouvir o canto dos pássaros, e logo seu arrependimento vai embora…

Então você toma um fôlego e começa sua nova vida pagando qualquer preço que precise pagar…

O fato é que essas mudanças não ocorrem só externamente quando mudamos de casa, mas ocorrem todas as vezes que devemos ou precisamos levar nossa vida a um novo nível, a um novo patamar para sermos felizes e atingirmos nossos objetivos.

E essa mudança interna também gera um grande desconforto, aquele medinho secreto de estarmos ou não no caminho certo. Vem aquela senssação de que é melhor ficar como está, pois vai dar muito trabalho e muitas vezes pensamos em desistir.

Precisamos também fazer uma faxina interna e livrarmos de alguns entulhos que trazemos acumulados dentro de nós como velhos sentimentos e mágoas, velhas crenças, velhos comportamentos que não nos servem mais.

Talvez tambem possamos nos sentir sózinhos, frágeis e com a incerteza de ter feito a escolha certa na nova direção que decidimos tomar, mas no final do dia, podemos ouvir o canto dos pássaros internos alegrando nossos corações com a satisfação e a sensação do poder interno que se fortalece na medida em que nos tormamos mais e mais os protagonistas de nossa história e podemos ver da janela de nossa alma, o mar e sua linha do horizonte, mostrando um futuro mais realizador e pleno e aquele lindo, lindo por do sol que nos inspira e nos dá a certeza de estarmos no caminho certo!

Mudanças positivas são sempre necessárias e serão sempre bem-vindas!

Não permita que o medo ou o comodismo te impeçam de viver seus sonhos. Você é responsável por pela sua felicidade e ninguém mais pode lhe dizer o que você deve ou não fazer.

Tire das mãos de quem quer que seja suas decisões e viva intensamente suas mudanças, correndo todos os riscos que lhe são inerentes.

No final você verá que sua conquista foi muito maior e melhor do que seu medo e seu comodismo!por do solGrande abraço e conte comigo!

Maria Lúcia Carvalho – Coach

Anúncios

2 comentários sobre “Mudanças… São sempre necessárias!

  1. mariangela Sevilha

    Adoro mudança, aquela bagunça, o monte de caixas,as coisas velhas que jogamos fora,a expectativa do novo,o gás do fogão que não está ligado ainda,o chuveiro para instalar,isso tudo me faz um bem danado….Se pudesse moraria 1 ano em cada cidade,em cada país, ….mudar é renovar!Belíssimo texto!

    Curtir

Deixe seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s